quarta-feira, 26 de junho de 2013

Feliciano diz que não existe cura gay e lembra que proposta é do goiano João Campos

Preocupado com a onda de manifestações pelo país e temendo que sua saída da Comissão de Direitos Humanos da Câmara se torne tema dos protestos, o deputado pastor Marcos Feliciano (PSC/SP) divulgou um vídeo em seu site pessoal afirmando que homossexualidade não é doença, portanto, não poderia ser curada. No entanto, o deputado defendeu o que chama de direito de os psicólogos estudarem o assunto. Vale ressaltar, porém, que nenhum psicólogo sério defende tratamento para gays e lésbicas, sendo, inclusive, do próprio Conselho Federal de Psicologia a resolução que proíbe tal tratamento, defendido apenas por evangélicos. Feliciano ainda se preocupou em lembrar que o autor da proposta é o deputado, também da bancada evangélica, João Campos (PSDB), o único parlamentar goiano, coincidentemente, a votar a favor da PEC 37.
Postar um comentário