quarta-feira, 5 de junho de 2013

Record libera pagamento com seis dias de atraso

A Record Goiás depositou hoje no final da tarde a segunda parcela do pagamento de seus funcionários, incluindo jornalistas, técnicos e setor administrativo. Apesar de estar dentro do prazo determinado pela legislação, pela primeira vez os salários, normalmente pagos em duas parcelas, nos dias 15 e 30 de cada mês, foram depositados seis dias após a data convencional. Os funcionários reclamam porque fazem seus compromissos seguindo a regra adotada pela empresa e não foram avisados nem receberam justificativas pelo atraso desse mês. "Nossos dias de receber são rigorosamente 15 e 30, estourando, dia 1 ou 2. Isso ocorre desde sempre na Record", comentou um funcionário, em contato com o blog. O Terceiro Caderno ainda não conseguiu apurar se os atrasos têm relação com a atuação da ex-diretora de RH, demitida ontem pela emissora.

O mais estranho é que, segundo informações que circulam nos meios jornalísticos, a Record Goiás, que em muitos momentos incomoda e até vence na audiência a principal concorrente, a TV Anhanguera/Globo, estaria sendo apontada pela direção nacional do grupo de Edir Macedo como um exemplo a ser seguido na batalha contra a Globo. 
Postar um comentário