quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Obras retomadas e pedágio mais barato, garante governo

Os secretários Pepe Richa (Infraestrutura) e Reinhold Stephanes (Casa Civil) apresentaram hoje os avanços das negociações com as concessionárias de rodovias, iniciadas logo após a posse de Beto Richa (PSDB). Segundo Pepe Richa, "há mais de R$ 300 milhões em obras em andamento, algumas delas, como Medianeira e Matelândia, que estavam fora do contrato e estão sendo executadas”. A informação foi dada durante encontro com empresários do G7.

Governo promete redução do pedágio até 2014 (Foto: Divulgação)
“Há uma determinação de governo pela retomada das obras, inclusive com a duplicação do Anel de Integração e a redução de pedágio até 2014. Tudo isto, sem deixar uma conta para outras gestões, como aconteceu ao assumirmos o governo”, disse Stephanes. O secretário se referiu à polêmica relação entre o ex-governador Roberto Requião (PMDB) e as concessionárias, que gerou inúmeras ações judiciais.

Atualmente, segundo o governo, estão em andamento as obras do Contorno de Mandaguari, duplicação entre Jandaia do Sul/Apucarana, duplicação Medianeira/Matelândia, Contorno de Campo Largo e a duplicação entre Cambé e Warta, na PR 445. Em setembro, vai começar a duplicação da Rodovia do Café, nos trechos Ponta Grossa à ponte do rio Tibagi e também entre Apucarana e Califórnia.

No encontro, o presidente da Ocepar, João Paulo Koslovski, disse que os empresários do G7 estão dispostos a ajudar o governo. “Queremos ajudar o Paraná a melhorar e a crescer. As obras de infraestrutura são importantes para o setor produtivo”. Além da Ocepar, participaram as diretorias da Fiep, Faep, Fecomércio, Fetranspar, Faciap e ACP.
Postar um comentário