segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Com medo dos beagles, empresas de cosméticos se apressam em defender fim de testes em animais

Não falo aqui de testes de medicamentos - tema que merece uma discussão mais profunda. Mas sou absolutamente contra testes de cosméticos em animais. Isso é indiscutível. Por isso, acho interessante divulgar as empresas que já abandonaram essa prática. Abaixo segue nota enviada pela Pierre Alexander.

PIERRE ALEXANDER REAFIRMA POSICIONAMENTO CONTRA TESTES EM ANIMAIS
Marca respeita compromisso com a vida

A Pierre Alexander, marca com 32 anos de mercado, reafirma a importância do compromisso com a vida e o respeito com indivíduo e com o mundo em que vive. Por essas razões, acredita que os testes cosméticos em animais devem ser extintos e atua a favor dessa ideologia.

Em apoio à declaração Liberte-se de Crueldade, da HSI (Humane Society Internacional), a marca declarou que os seus produtos não são testados em animais.

“Acreditamos na eliminação do uso de animais em testes cosméticos, criando métodos alternativos aceitos internacionalmente, evoluindo e investindo em processos novos sem abrir mão dos critérios de segurança, de qualidade, eficácia e satisfação do cliente. Dessa forma, garantimos a segurança de uso de nossos produtos, em parceria com o Instituto Kosmoscience, atuando sempre de forma ética e sem o emprego de animais”, afirma Mariana Pimentel, Coordenadora de Pesquisa & Desenvolvimento da Pierre Alexander.
Postar um comentário