quinta-feira, 10 de julho de 2014

Vinte anos depois...

Nos anos da faculdade de jornalismo - 1993 a 1997 - tinha uma certeza: trabalharia em jornal impresso, editoria de política. As coisas foram acontecendo e os planos acabaram mudando. A maior parte desses 18 anos de jornalismo foi cumprida em um meio em que nunca me senti muito confortável, apesar de sempre ter me esforçado para desempenhar o melhor trabalho, a televisão. Também teve rádio, assessorias, web, revista semanal, revista mensal, TV legislativa, ou seja, jornalismo político... mas nada de jornal impresso. A oportunidade chegou quando eu menos esperava, até porque estava decidido a buscar outros rumos profissionais: essa semana iniciei um período curto mas que acredito que será bem proveitoso na Gazeta do Povo. A editoria, política, ou Vida Pública, nome adotado há algum tempo pelo jornal. Essa foi a matéria de estreia, publicada ontem.

Principais candidatos têm patrimônio superior a R$ 1 mi

Em quatro anos, evolução patrimonial de Beto Richa, Gleisi Hoffmann e Roberto Requião teve variação positiva de 31% a 118%, segundo dados do TRE
Os três principais candidatos ao governo do Paraná – o governador Beto Richa (PSDB), a senadora Gleisi Hoffmann (PT) e o senador Roberto Requião (PMDB) – têm patrimônio superior a R$ 1 milhão cada um. E enriqueceram de 31% a 118% nos últimos quatro anos. As informações, divulgadas ontem, constam das declarações de bens apresentadas ao Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE). Todos os candidatos que se inscrevem para concorrer a uma eleição têm de apresentar à Justiça Eleitoral a relação de bens que possuem.
Leia a reportagem completa aqui.
Postar um comentário