sexta-feira, 5 de agosto de 2016

IstoÉ condenada a publicar resposta de Dilma

A defesa da presidente afastada Dilma Rousseff obteve nova vitória na Justiça Federal de Brasília no pedido de direito de resposta a uma reportagem da revista IstoÉ publicada em 1º de abril com o título "Uma presidente fora de si". A decisão é da juíza Tatiana Dias da Silva, que manteve decisão anterior em que obriga a revista a dar o mesmo destaque da reportagem questionada por Dilma.

À época, a matéria provocou muita polêmica, ao publicar supostos rompantes e atitudes desequilibradas da então presidente, às vésperas do impeachment. A IstoÉ não aceitou o pedido de direito de resposta de Dilma, o que provocou a ação judicial. 

Na decisão, a juíza afirmou que "Ser objeto de publicação a pessoa ocupante da Presidência da República não autoriza qualquer meio de comunicação a divulgar deliberadamente quaisquer informações escondendo-se sob o manto do direito de informação, uma vez que tal direito tem de ser guiado pela veracidade do conteúdo publicado”.

A reportagem completa está no Comunique-se.


Postar um comentário