sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Assista: advogado chama desembargador de "vagabundo" e julgamento é suspenso

Em um vídeo que circula desde ontem nas redes sociais (assista abaixo), um advogado, bastante exaltado, chama um desembargador de "vagabundo", "safado", e ainda o ameaça de "quebrar a cara" dentro de uma sala de audiências. Segundo a imprensa regional, o fato ocorreu no Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Córdova denuncia desembargador (Reprodução)
De acordo com o jornalista Rafael Martini, do ClickRBS, trata-se do experiente advogado Felisberto Odilon Córdova, que acusou em público o desembargador Eduardo Gallo de pedir R$ 700 mil ao seu cliente para votar a seu favor em um processo em que é relator.

"O julgamento que está acontecendo aqui é comprado. Estou fazendo uma denúncia", diz Córdova. Segundo o advogado, Gallo teria recebido uma proposta de R$ 500 mil para votar contra seu cliente e teria feito uma contraproposta. "Esse descarado chegou a mandar no nosso escritório uma contraproposta de que poderíamos cobrir isso por R$ 700 mil. (...) Isso aqui não é o Senado, isso aqui não é a Câmara dos Deputados, isso aqui é um Tribunal de Justiça, e é preciso que a moralidade surja e venha a termo", esbravejou Córdova.

Surpreso e acuado, Gallo pediu ao presidente da sessão a prisão do advogado, no que não foi atendido. OAB e Ministério Público irão acompanhar o caso. O julgamento foi suspenso.

Assista ao vídeo da denúncia:

video

Postar um comentário