sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Abertas as inscrições para congresso ufológico em Curitiba. Wilson Picler é convidado especial

Permanecem abertas as inscrições para o XXII Congresso Brasileiro de Ufologia, que acontecerá de 16 a 18 de março em Curitiba. Organizado pela revista UFO, publicação brasileira especializada em Ufologia, o encontro reunirá os mais importantes estudiosos dos fenômenos extraterrestes e interplanetários e investigações acerca de investigações alienígenas. Paralelamente será realizado o IV Encontro de Ufologia Avançada do Paraná. Interessados podem se inscrever em www.ufologiabrasileira.com.br.

Congresso será entre 16 e 18 de março. (Foto: Divulgação)
O congresso também será plataforma para o lançamento da quinta fase do movimento UFOs: Liberdade de Informação Já, idealizado pela Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU) para reivindicar junto ao governo federal a liberação de novos documentos sobre a Operação Prato em Colares (Pará) e revelação definitiva dos segredos do Caso Varginha (Minas Gerais). Além disso, durante o evento o Centro Brasileiro de Pesquisa de Discos Voadores (CBPDV), em parceria com a Mutual UFO Network (MUFON), inicia o primeiro Curso de Ufologia Investigação de Campo no país, com aulas presenciais em Curitiba e ensino a distância.

Conferências internacionais

Esta edição do Congresso Brasileiro de Ufologia contará com a participação de dois conferencistas internacionais. O engenheiro nuclear Jan Harzan, dos Estados Unidos, é presidente da MUFON, a maior entidade de pesquisas ufológicas da atualidade. Seus trabalhos sobre métodos da propulsão eletromagnética dos UFOs levaram a grandes avanços no conhecimento do tema.  Da Argentina vem para o evento o jornalista e psicólogo Gustavo Fernández, autor de 17 livros sobre fenômenos ufológicos e parapsicológicos. É fundador do Instituto Planificador de Encontros Próximos (IPEC) e colaborador do History Channel.

O professor Wilson Picler, presidente da Uninter, é o convidado especial do congresso. Físico e especialista em metodologia científica, ele vem se notabilizando por seus estudos de Expolítica, a combinação do conhecimento alcançado em mais de 70 anos de pesquisas ufológicas com ciências políticas, humanas e sociais. Apoiador de atividades de vanguarda em ciência e paraciência, Picler é patrono do Instituto Brasileiro de Exopolítica (IBEXO), organização não governamental destinada a aglutinar e coordenar os movimentos exopolíticos no país. 

(*) Com informações da assessoria
Postar um comentário