sexta-feira, 17 de agosto de 2007

Descobertas

Notas, impressões, versões e alguma verdade

Não sou um grande leitor de poesia. Na verdade, não sou um grande leitor de nada. Mas, como escrevi há alguns dias, um ou outro autor, quando descoberto, provoca impactos inesperados. De Sidónio Muralha, poeta e escritor português que passou seus últimos anos em Curitiba, nunca tinha ouvido falar - nessa minha ignorância sem tamanho. E eis que me deparo, ao entrevistar um amigo seu, o arquiteto e fã de quadrinhos curitibano Key Imaguire Júnior, com o poema Roteiro, postado aí embaixo. Se o restante da obra de Sidónio - que recebeu vários prêmios, principalmente como autor de literatura infantil - for no mesmo nível, é alguém que precisa, urgentemente, ser lido.
Postar um comentário