quarta-feira, 14 de outubro de 2015

SindijorPR "esconde" vagas de emprego

Dias atrás, um amigo da época da faculdade entrou em contato pedindo dicas de emprego em Curitiba. Há mais de 15 anos trabalhando no interior de São Paulo, está decidido a mudar de ares. Ressaltei que, aqui como lá, a situação para a área jornalística não é das melhores. Mas fui atrás de algumas possibilidades.

Uma delas foi consultar o site do Sindicato dos Jornalistas do Paraná. Descobri haver uma seção de divulgação de vagas, mas, me causou surpresa o fato de o acesso ser restrito a jornalistas sindicalizados no estado. A meu ver, o SindijorPR comete um equívoco. E aqui quem fala é um ex-diretor do Sindicato dos Jornalistas de Goiás.

Entendo as dificuldades enfrentadas pelos colegas sindicalistas na defesa da profissão. Classe desunida, muitas vezes desmotivada e geralmente avessa a defender seus próprios interesses leva a uma arrecadação pífia e a uma estrutura sem as condições adequadas para a atuação que lhes cabe. No Paraná, por exemplo, tem-se um dos maiores pisos salariais do país. Míseros R$ 2.963,60, mas, ainda assim, um dos maiores do país. Mérito do sindicato, sem dúvida.

Mas não me parece correto que, ao menos nessa questão das vagas, o SindijorPR beneficie um grupo em vez de uma profissão. Até porque, não se sentiria motivado a se sindicalizar um jornalista que conseguisse seu emprego a partir do contato proporcionado pelo próprio sindicato? E, por outro lado, não estaria avesso à sindicalização o profissional que não obteve esse apoio?

No meu caso particular, não sou sindicalizado no Paraná por uma dificuldade imposta pela própria burocracia a que estamos acostumados e que nossa entidade de classe repete: mesmo tendo sido diretor do sindicato goiano por dois mandatos, como não localizei meu diploma, depois de várias mudanças de casas e de cidades, minha sindicalização não foi aceita. É o que resta.

Mas, sugiro aos colegas: tornem pública a consulta de vagas. Os benefícios serão maiores do que a censura.
Postar um comentário