quarta-feira, 16 de abril de 2014

Emenda de Francicchini proíbe constrangimento de clientes em fiscalizações

Fábio Aguayo, presidente da Abrabar, envia a seguinte notícia, que traz um mínimo de alívio aos donos de bares e casas noturnas, vítimas em Curitiba por um bom tempo - e espera-se, situação que ficou no passado - da truculência da Ação Integrada de Fiscalização Urbana, parceria entre governo e prefeitura. De tão óbvia, a emenda nem deveria ser necessária, já que pede apenas fiscalização sem pirotecnia. Mas é providencial diante da falta de profissionalismo e bom senso.

"O deputado federal Fernando Francischini (SDD/PR) aproveitou o calor da discussão da nova lei que cria regras para bares, boates e baladas e apresentou a emenda abaixo, que foi incorporada à nova lei das boates e casas noturnas.

Atendendo uma velha reivindicação da Abrabar e de toda a categoria.

A ideia do deputado é disciplinar as fiscalizações. Como todos nós conhecemos aqui no Paraná o sistema da AIFU de operar, ele quis impor este mecanismo do bom senso para não sermos vítimas de perseguição e constrangimento aos nossos clientes e funcionários.

No Paraná, o deputado estadual Ney Leprevost (PSD) também apresentou projeto de lei na Assembleia Legislativa regulamentando as operações de fiscalização no nosso setor.

A Abrabaar e CNTur agradecem aos deputados pelo apoio, atenção e preocupação com nossa categoria.

Nosso especial agradecimento ao deputado Francischini."

Fabio Aguayo

Presidente Abrabar
Secretário Geral Feturismo - www.feturismo.com.br
Diretor da CNTur - www.cntur.com.br

Postar um comentário