sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Verdades

_ Qual o sentido da sua vida?
_ Anti-horário, à velocidade de um dia após o outro.
_ Você é impossível.
_ E o que significa ser “impossível”?
_ Significa ser alguém que não vê que a primavera chegou nem que ela se foi. Que não sente o cheiro de terra molhada depois de uma chuva de verão, nem o calor de um abraço no inverno.
_ Então eu sou impossível.
_ Sim, e é também inviável e desnecessário. Como um vigia de carro na porta de um bar ou um placebo. Você caminha, como confessou, na velocidade de um dia após o outro e isso é muito pouco pra que se chegue a algum lugar que valha a pena.
_ Eu prefiro esperar que as coisas aconteçam a seu tempo.
_ Você prefere que as coisas não aconteçam, que as pessoas não te encontrem, assim como a operadora de telemarketing da LBV. Você é prevenido demais. Não viaja de avião, sem saber que o maior perigo é permanecer em terra firme. Não toma sorverte com medo de perder a voz. Não salta no bungee jumping da vida. É um inútil.
_ Querer dar tempo ao tempo não é ser inútil.
_ Dar tempo ao tempo é saltar do trem apenas quando ele já está parado. É não descer do ônibus com medo dele seguir viagem sem você. É não beijar aquela garota com medo de que ela se apaixone por você – e aí, o que aconteceria com sua vidinha? É não sair de casa sem um guarda-chuva.
_ Você, decerto, é o oposto…
_ Não, eu sou exatamente assim. A diferença é que eu sei e aceito isso.
_ Saber não representa nenhuma vantagem. É preciso encontrar a saída e ela pode estar em qualquer uma das sete portas à sua frente. Tente uma delas, se tudo está tão claro pra você.
_ Não se trata de estar claro ou escuro. Trata-se de fazer uma opção em vez de ficar esperando que alguém abra as portas pra você. Trata-se de escolher um caminho, mesmo sabendo que toda escolha é uma perda. Trata-se, fundamentalmente, de saber que é impossível chegar onde se quer sem deixar alguma coisa pra trás. Você não sabe disso. É egoísta e pretensioso. Quer sempre aumentar a bagagem e não percebe que, dessa forma, não consegue carregar. Não pode saltar do trem, mesmo que ele esteja parado. Você é uma farsa e o que é pior: tenta enganar a si mesmo.
_ É engano seu… pensar que eu seja assim.
_ Engano é acordar todos os dias às 7 horas da manhã e só voltar pra casa às 8 horas da noite. Beijar, sem vontade, sua mulher, assistir à novela, às vezes ao futebol, e ir dormir pra amanhã começar tudo de novo. Engano, é você.

Goiânia, 24 de setembro de 2003
Postar um comentário