terça-feira, 6 de novembro de 2018

Ex-petista e atual secretário do governo tucano quer abrir igreja em Goiânia

Tayrone com Marconi Perillo (PSDB) e Paulo Garcia (PT): abandono da política em nome da evangelização
O secretário Extraordinário do governo de Goiás e ex-vereador pelo PT Tayrone di Martino (PSDB) pretende abrir uma igreja "nem católica nem evangélica" em Goiânia no ano que vem. A  Igreja Missionaria do Eterno Amor de Cristo terá sede no setor Cândida de Morais, região Noroeste e mais pobre da Capital. A informação é do site Mais Goiás.

Jornalista de formação e eleito vereador pelo PT, Tayrone, que tem fortes ligações com a igreja católica, especialmente com o padre Robson Oliveira, titular do Santuário do Divino Pai Eterno de Trindade, Região Metropolitana de Goiânia, se aboletou no ninho tucano após divergências com o então prefeito Paulo Garcia (PT) (morto em 2017) durante votação do aumento do IPTU ainda na gestão passada, quando passou a integrar altos cargos no governo do peessedebista Marconi Perillo.

"Não quero um projeto de denominação católica ou evangélica. Será um novo plano de evangelização, obviamente, respeitando minhas origens e também outras correntes cristãs. Acredito que a mudança do mundo passa pela evangelização, por isso fiz essa opção", declarou Tayrone.

Os tucanos perderam o governo do estado para Ronaldo Caiado (DEM) ainda no primeiro turno após 20 anos no comando do estado, com breves espaços para partidos aliados.

Contatado pelo Mais Goiás para analisar a decisão do afilhado religioso, o ocupado padre Robson disse que "só teria agenda para falar cinco minutos ao telefone com esta reportagem no final deste ano".
Postar um comentário