terça-feira, 10 de novembro de 2015

Trinta internautas são investigados por ofenças raciais a Taís Araújo

Atriz recebeu ofensas racistas
A Polícia Civil do Rio de Janeiro identificou cerca de 30 perfis de internautas investigados por postagens de conteúdo racista contra a atriz Taís Araújo no Facebook. Se confirmado o crime, eles podem pegar até oito anos de prisão. De acordo com o delegado Alessandro Thiers, da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, mesmo que os perfis tenham sido apagados é possível identificar os autores. "Racismo na internet é falta do que fazer. A polícia vai encontrar essas pessoas, porque tudo deixa rastros", explicou, em contato com o G1.

Ainda segundo o delegado, alguns dos autores podem ser menores de idade e, nesse caso, responderiam de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente.  Em nota, a artista informou que decidiu levar o caso à Justiça por acreditar que os autores possam ser punidos. “Sei que meu caso não é isolado e é exatamente o que acontece com milhares de outros negros no país", disse, ao agradecer as mensagens de apoio que recebeu.

Leia a reportagem completa no Comunique-se.
Postar um comentário