Mostrando postagens com marcador carrefour. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador carrefour. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Bolsominiom que disse que também torturaria e mataria cachorro pede desculpas

Uma professora de Cascavel (PR), que disse que faria o mesmo que o segurança do Carrefour de Osasco fez com o cachorro que ficou conhecido como Manchinha, ou seja, o torturaria e o mataria, se arrependeu do comentário e agora pede desculpas.

Desculpas não convenceram
Elides Specia, que mantém em seu perfil apoio a Bolsonaro, escreveu o seguinte em um comentário no Facebook: "Se um cachorro insistir em entrar no meu estabelecimento eu faço o mesmo". Indiferente à comoção nacional pelo ato de extrema crueldade com o animal, mostrou não se importar nem um pouco com o sofrimento do cachorro, além de ironizar os que o defendiam.

Agora no final da tarde, após receber milhares de críticas, Elides resolveu se desculpar. "Gente! Peço desculpas a todos que ofendi por ter feito um comentário infeliz no calor de uma discussão! Tenho animais que fazem parte da família e não sou a pessoa má que parecia ser." 

O pedido de desculpas, porém, não convenceu os internautas, que continuam criticando a professora bolsonarista.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Após espancamento e morte de cachorro, telespectadores pedem que Band cancele patrocínio do Carrefour ao Masterchef

Após o cruel espancamento a pauladas de um cachorro em uma loja do Carrefour em Osasco, que acabou provocando a morte do animal, fãs do programa Masterchef, da Band, usaram as redes sociais para exigir que a emissora cancele o patrocínio da rede de supermercados ao programa.



Cão é espancado e morto
O caso ocorreu na sexta-feira e provocou indignação de clientes. O Carrefour, segundo relatos, em um primeiro momento chegou a negar responsabilidade, atribuindo a morte do cachorro a um atropelamento e manejo inadequado do Centro de Zoonozes que, na verdade, foi chamado para socorrer o animal. Após funcionários da própria loja acusarem um segurança pelo espancamento e o surgimento de imagens das agressões (que não vamos reproduzir aqui), a rede recuou e emitiu uma nota admitindo a gravidade da situação.

De acordo com o Carrefour, o segurança é terceirizado e foi afastado das funções. A rede negou que tenha partido da gerência a ordem para que o segurança se livrasse do animal, mas alguns funcionários chegaram a dizer que, por estar agendada uma visita da alta diretoria à loja, a ordem foi para “limpar” o local.

Mesmo com a nota, considerada tardia e insatisfatória pelos internautas, clientes pedem boicote à rede.



O caso está sendo investigado pela polícia civil. A Band não se manifestou sobre a parceria com o Carrefour.


Confira a nota:


(*) Atualizando:

Na edição de ontem, apesar de parte do Masterchef ser gravada com antecedência, a marca Carrefour não apareceu nem foi citada por Ana Paula Padrão em todos os momentos rotineiros dos programas anteriores, segundo reportagem da Veja.