quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Apenas o Solidariedade mantém apoio a Cunha

Com o rompimento público e oficial do PSDB com o presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que deve ser seguido mais enfaticamente também por PPS e DEM, restou ao chefe do
Legislativo o Solidariedade, do paranaense Fernando Francischini, como único partido de oposição ao governo a apoiá-lo.

O Solidariedade, inclusive, acaba de indicar seu presidente, o deputado Paulinho da Força, como substituto de Wladimir Costa (SD-BA) como membro titular do Conselho de Ética da Câmara, que deve analisar em breve a denúncia de quebra de decoro por Cunha, o que poderia levar a sua cassação. Aliado de primeira hora de Cunha, Paulinho disse estar com o presidente "para o que der e vier".
Postar um comentário